Novo ano, nova vida

Novo ano, nova vida
Nova esperança a borbulhar
Em cada rosto que passa
Vejo o céu e vejo o mar

Ao virar do trinta e um
Nasce o sol com mais sentido
O ano velho se foi
E nem tudo está perdido

Nesta nossa linda terra
Governada ao pontapé
Por figuras de opereta

Tape-se a boca a quem berra
E agarramo-nos à fé
Senão vamos p’ro maneta!

Manuel Sadino
27/12/09

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s