Passos, o cata-vento

Ao PSD, com carinho.

Depois da bruxa malvada
O partido, ressabiado
Foi logo buscar um Passos
Muito mais apessoado

Falinhas mansas e tal
Mas só mesmo nos inícios
Porque em pleno “carnaval”
Só dispara nos comícios

E há a falta de prumo
Com este Coelho leve
Pois quando sopra o vento

Eis que muda já de rumo
E não sabe aonde esteve
Tal e qual um cata-vento.

Manuel Sadino (1/6/11)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s