Catroga, o Eduardo


Tem um pequeno problema
Catroga, o Eduardo
De cada vez que abre a boca
Julga-se a lançar um dardo

Pontaria não lhe falta
A acertar em sítio errado
E quem seu amigo for
Vai sentir-se desgraçado

Diz coisas sem trambelho
De forma desajeitada
Co’ a maior desfaçatez

Como aquela do “pentelho”
E a da Cardona enjeitada!
Basta que lhe dêem vez.

Manuel Sadino
16/1/12

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s